Boas-VINdas

Prezado visitante, seja bem-vindo!

O sentido da vida é uma necessidade do homem racional. Em uma vida sem sentido, tudo seria racionalmente válido para garantir a sobrevivência e o prazer, haveria o pleno domínio dos mais fortes e nada justificaria a continuidade da existência dos mais fracos e/ou sofredores. Entretanto, o ser humano foi criado com a capacidade de amar, com uma tendência inata para proteger os mais fracos e cuidar daqueles que sofrem; e, mesmo quando nada lhe favorece, ele tende a lutar pela continuidade de sua existência. Só em uma vida com sentido é possível conciliar razão e emoção; e só assim, completo, o ser humano pode ser feliz.

Não se trata de algo pessoal ou ocasional, o sentido da vida deve ser comum a todos os seres humanos e perdurar através dos tempos; não se trata de algo externo, ele está contido em cada um de nós; e não se trata de algo opcional, o sentido deve ser seguido, apesar de nossa ignorância. Se não tiver estas características, não é o sentido da vida de fato.

Embora este não seja um site voltado para o budismo, é de Buda o pensamento que melhor sintetiza a atitude necessária para que essa busca seja vitoriosa:

“Não acrediteis numa coisa apenas por ouvir dizer. Não acrediteis na fé das tradições só porque foram transmitidas por longas gerações. Não acrediteis numa coisa só porque é dita e repetida por muita gente. Não acrediteis numa coisa só pelo testemunho de um sábio antigo. Não acrediteis numa coisa só porque as probabilidades a favorecem ou porque um longo hábito vos leva a tê-la por verdadeira. Não acrediteis no que imaginastes, pensando que um ser superior a revelou. Não acrediteis em coisa alguma apenas pela autoridade dos mais velhos ou dos vossos instrutores. Mas, aquilo que por vós mesmos experimentastes, provastes e reconhecestes verdadeiro, aquilo que corresponde ao vosso bem e ao bem dos outros - isso deveis aceitar, e por isso moldar a vossa conduta”  BUDA

No tocante à apresentação, este site tem duas versões, esta azul e outra verde. Escolha a que lhe for mais agradável.

Espero que a filosofia aqui apresentada possa lhe ser útil.