motivação

Ninguém pode fazer o outro feliz, mas pode ajudá-lo, pode facilitar a sua caminhada.

Motivar é ajudar o ser humano na sua busca pela felicidade, é facilitar a sua caminhada nesta busca. É preciso ter sempre em mente que toda ação humana é contextual e egoística e que, portanto, é preciso criar e manter um contexto que seja adequado para todos os envolvidos. Para tanto é preciso:

  • Desenvolver uma cultura que dê condições para que cada pessoa reduza progressivamente a dependência da satisfação de necessidades que não estão ao seu alcance satisfazer;

  • Criar condições para que a pessoa ao atender as demandas externas (do próximo, da família, da sociedade, do empregador, etc.) evolua progressivamente na satisfação de suas próprias necessidades.

A pessoa infeliz tende a avaliar as coisas tendo como foco os seus defeitos, o seu lado ruim e, conseqüentemente, sente-se desmotivada. A pessoa feliz tende a avaliar as coisas tendo como foco as suas virtudes, os seus acertos, o seu lado bom, e, conseqüentemente, sente-se motivada.

Motivar é, na essência, desenvolver razões e interesses comuns ao indivíduo e ao próximo, à família, à sociedade, ao empregador, etc..

A teoria da evolução exposta facilita a compreensão de cada ser humano e, conseqüentemente, a aceitação do indivíduo como ele é, facilita a análise dos relacionamentos e o desenvolvimento de um ambiente adequado para isto.