consciência

Simultâneamente com o crescimento físico da pessoa, tende a haver naturalmente o desenvolvimento da consciência, compatível com o estágio evolutivo resgatado em cada fase.

1ª Fase 2ª Fase 3ª Fase
Infância Adolescência Adulta Jovem
Consciência do Ter Consciência do Eu Consciência do outro
Material Racional Espiritual
Indivíduo Grupo Todo
Ter Ser Amar
Competição Cooperação Doação

As seqüências acima mostram as tendências de foco do ser humano em cada fase do crescimento físico e o tipo  de desenvolvimento da consciência esperado. Na infância a pessoa desenvolve prioritariamente a consciência das necessidades de Ter; na adolescência o desenvolvimento é focado na consciência das necessidades do ego e, já na fase adulta, a pessoa prioriza o desenvolvimento da consciência das  necessidades do outro.

Em cada uma das fases, o indivíduo tende a identificar (tomar consciência de) a sua zona de conforto, a identificar o quanto de cada uma representa a sua essência, o quanto  ele necessita atender para ser feliz. Adicionalmente, em cada fase de crescimento, embora o indivíduo tenha o seu foco natural, ele tende a iniciar o desenvolvimento da(s) seguinte(s) e a resgatar o que faltou na(s) fase(s) anterior(es), em decorrência da pouca idade e/ou experiência.

Na infância, a pessoa tende a fazer tudo o que lhe dá prazer, mesmo aquilo que já sabe ser errado, se achar que não será decoberta. Somente na idade adulta o indivíduo com crescimento saudável completa o desenvolvimento de sua consciência, compatível com o crescimento físico e com o seu processo evolutivo, e passa a considerar as consequências de seus atos, sobre os outros e sobre ele mesmo.

Quando, durante o crescimento, por qualquer motivo a pessoa não muda o foco de sua atenção para a fase seguinte, cria-se uma defasagem entre o  estágio evolutivo resgatado e a sua consciência, o que será fonte de sofrimento e de retardamento de sua evolução.

osentidodavida pode ser AZUL