nuances do querer


Em função de sua motivação, o ser humano apresenta as seguintes gradações no querer:

  • Necessidade - quando o querer está relacionado a algo realmente indispensável para que a pessoa sobreviva e evolua com felicidade.

  • Desejo - quando o querer está relacionado a algo que a pessoa julga ser indispensável para que ela sobreviva e evolua com felicidade.  Engloba as necessidades com as reduções e excessos atribuídos pela própria pessoa. Paixão é o desejo intenso/ardente e continuado de algo (coisa, pessoa, realização, etc.). Apego é o desejo obsessivo de algo. Quanto maior a insatisfação/falta/carência, maior o desejo. Quanto maior o desejo, maior a sua força/influência nas ações do indivíduo e maior o prazer obtido com a sua satisfação.

  • Vontade - refere-se a todo e qualquer tipo de querer: o relativo às necessidades, aos desejos e ao querer por querer.

A necessidade é inata e mantém suas características básicas por toda a vida, mas a consciência (o fato de sentir, saber o que sente e porque sente) dá ao ser humano a possibilidade de influir, de promover alterações no querer, de exercer seu livre arbítrio e, por conseguinte, possibilita a ele criar novos desejos e promover alterações nos existentes.

Para sobreviver e evoluir com felicidade, a pessoa deve buscar distinguir o que a motiva e dar a cada querer a importância correta.

osentidodavida pode ser AZUL